• By Sharon Theimer

Dançando através de cuidados complexos durante a pandemia da Covid-19

24 maio 2021

A jornalista de Twin Cities, Sonya Goins, como tantos outros, tem enfrentado os desafios que surgiram com a pandemia da COVID-19, como trabalhar remotamente e não poder ver a família e os amigos. Como se tudo isso não fosse difícil o suficiente, no último ano ela também vem lutando contra um câncer de mama e a doença de Crohn na Mayo Clinic.

“Mesmo que coisas ruins aconteçam, você não precisa aceitar e se deixar abater. Eu tento me animar”, diz Sonya.

Ao passar até mesmo alguns minutos com Sonya, não é possível deixar de notar sua positividade infinita. No entanto, o que as pessoas não enxergam é a batalha nos bastidores que Sonya está lutando por sua saúde.

“2020 não foi um bom ano para mim”, diz Sonya. “Em janeiro de 2020, meu cólon foi removido devido à doença de Crohn. E então, sete meses depois, fui diagnosticada com câncer de mama.”

Sabendo que precisaria de cirurgia e tratamento contínuo, Sonya veio até a Mayo Clinic.

“Sonya veio nos ver por causa do câncer de mama HER-2-positivo”, explica o Dr. Karthik Giridhar, o oncologista supervisor de Sonya na Mayo. “O câncer de mama HER-2-positivo geralmente é um pouco mais agressivo e se desenvolve um pouco mais rápido do que outros cânceres de mama HER-2-negativos com receptor de hormônio. Mas hoje em dia, temos tratamentos direcionados fantásticos contra esse tipo de câncer de mama.”

O outro fator que tornava o caso de Sonya mais complexo era a doença de Crohn.

“Certamente, ter dois processos médicos complexos torna tudo automaticamente mais desafiador, especialmente porque muitos dos tratamentos direcionados ao câncer causam diarreia. E, portanto, ficamos apreensivos com o fato de que alguns dos tratamentos que poderíamos aplicar agravariam a doença de Crohn”, declara o Dr. Giridhar.

A equipe de atendimento de Sonya adotou uma abordagem individualizada para os tratamentos cirúrgico e contínuo dela.

“Somos capazes de integrar nossos tratamentos com nossos colegas em Oncologia Médica e Oncologia de Radiação, para que trabalhemos juntos como uma equipe”, afirma a Dra. Tina Hieken, cirurgiã da Mayo Clinic.

Em janeiro de 2021, Sonya foi submetida a uma mastectomia bilateral e cirurgia reconstrutiva bem-sucedidas e, em seguida, iniciou a radioterapia e continuou a terapia direcionada. 

O Dr. Giridhar diz que Sonya também estava se consultando com a equipe de gastroenterologia para garantir que a doença de Crohn estivesse sob controle. Felizmente, durante a cirurgia e os tratamentos, ela não teve nenhuma crise da doença.

“A situação é assustadora por uma série de motivos. Um, você passa pelos tratamentos sozinha. No início da pandemia, não podia ter ninguém me acompanhando”, disse Sonya.

“Às vezes, quando estou naquela sala de radiação e eles colocam essa máscara em seu rosto para manter sua cabeça ereta durante o tratamento e eu tenho lágrimas escorrendo pelo rosto porque estou orando. Estou orando para que eles eliminem essas sementes de câncer. E estou orando para que Deus cure meu corpo. Estou orando para sobreviver a isso.”

Mesmo nos momentos mais difíceis, Sonya encontrou forças para se manter positiva e até mesmo se conectar com seus entes queridos distantes.

“Comecei a fazer esses TikToks para garantir à minha família que mora fora de Minnesota que estou bem”, explica ela. "Depois de cada sessão de quimio, eu fazia uma dancinha divertida. No dia seguinte à minha mastectomia, eu fiz uma no meu quarto de hospital.”

Sonya não apenas usa as mídias sociais para compartilhar sua história e encorajar outras pessoas a fazerem autoexames de mamas e outros exames preventivos, ela também enxerga o valor de se envolver em pesquisas.

“Há um estudo de vacina do qual ela está interessada em participar que, com sorte, diminuirá o risco de recorrência para pacientes com seu tipo específico de câncer de mama”, diz a Dra. Hieken.

“Estou empolgada, porque isso possivelmente pode salvar minha vida no futuro já que esse tipo de câncer de mama tem uma alta taxa de recorrência”, afirma Sonya.

Em abril, Sonya completou seus tratamentos de radiação primários. “Eu estou viva. Sou muito abençoada. Mesmo com esse diagnóstico de câncer de mama, me sinto incrivelmente abençoada, principalmente por poder receber um excelente tratamento aqui”, diz Sonya. “Eu sei que Deus está comigo, então vou ficar bem.”

____________________________________________

Jornalistas: vídeo e áudio em inglês estão disponíveis para download na Rede de Notícias da Mayo Clinic.

Para a segurança de seus pacientes, equipe e visitantes, a Mayo Clinic tem políticas rígidas em vigor sobre o uso de máscaras. Qualquer pessoa sem máscara foi filmada antes da COVID-19 ou em uma área não designada para cuidado dos pacientes, onde distanciamento social e outros protocolos de segurança foram seguidos.

As informações nesta postagem estavam corretas no momento de sua publicação. Devido à natureza dinâmica da pandemia da COVID-19, o entendimento científico, juntamente com as diretrizes e recomendações, podem ter mudado desde a data de publicação original. Para mais informações e toda a nossa cobertura da COVID-19, acesse a Rede de Notícias da Mayo Clinic e mayoclinic.org.