• By Rhoda Madson

Alerta dos especialistas: 5 dicas para o retorno às atividades esportivas

29 março 2021
Pé e perna próximos à bola de futebol; pé chutando bola de futebol

ROCHESTER, Minnesota ― As pessoas estão ansiosas para voltar a praticar esportes e outras atividades nesse ano, talvez ainda mais em meio à pandemia de COVID-19.

O Dr. Christopher Camp, cirurgião ortopédico da Mayo Clinic e diretor médico do Minnesota Twins, tratou atletas de todos os níveis, desde jovens iniciantes até atletas profissionais. Seja no retorno após uma lesão ou um longo período de afastamento, os atletas podem tomar medidas para tornar essa transição mais suave.

O Dr. Camp oferece cinco dicas para o retorno às atividades esportivas:

  1. Definir objetivos adequados.
    Determine seus objetivos antes de retornar às atividades. Você deseja se exercitar? O objetivo é a prática amadora de esportes? Gostaria de competir profissionalmente? É importante ter honestidade quanto a suas ambições e habilidades. Elas podem estar além ou aquém de suas capacidades, mesmo se você estiver com boa saúde.
  • Defina um cronograma adequado.
    Se você sabe qual esporte deseja praticar e quando deseja retornar, inicie o treinamento no momento adequado para não apressar a preparação.
  • Estabeleça uma progressão lógica de atividades.
    Isso dependerá do esporte, das demandas de sua posição e de sua forma física. Qualquer que seja o seu nível inicial, você deve avançar lentamente, aumentando a intensidade a cada semana, para evitar sentir dor ou desconforto excessivos.
  • Inicie uma atividade nova de cada vez.
    Por exemplo, se você costumava praticar três esportes e está retornando de uma lesão, não volte a praticar os três ao mesmo tempo. Isso não quer dizer que em algum momento você não possa voltar a praticar os três esportes. O certo é priorizar e voltar a praticar um de cada vez.
  • Trate de uma pequena lesão antes que ela se torne grave.
    O Dr. Camp trabalha com jogadores cujo principal movimento é o arremesso e relata que dores relacionadas a esse movimento não são normais, principalmente nos atletas mais jovens. Muitos atletas jovens têm medo de serem forçados a parar de jogar e podem esconder essas lesões. Treinadores e pais devem prestar atenção a quaisquer sinais suspeitos, como mancar ou mover-se mais devagar do que o normal. Na maioria das lesões, a recuperação é muito mais rápida se o diagnóstico for precoce.

Caso tenha contraído a COVID-19, fale com seu médico antes de retornar a atividades físicas mais vigorosas.

O Dr. Camp está disponível para entrevistas.

###

Sobre a Mayo Clinic
A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa e com oferecer compaixão, conhecimento e respostas a todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic, para obter outras notícias da Mayo Clinic

Contato de mídia:
Rhoda Madson, Relações Institucionais da Mayo Clinic,  
newsbureau@mayo.edu